Grupo Escoteiro Velha Figueira 260°/SP

quinta-feira, 5 de abril de 2012

ESPECIALIDADE LÍNGUAS


                                          LINGUAS
1- Conhecer as origens do idioma escolhido e da língua Portuguesa.
2- Citar os países onde se fala o idioma escolhido, sabendo a localização, no Brasil, dos órgãos oficias (Consulados, Embaixadas etc.) de pelo menos um destes países, bem como os serviços que prestam.
3- Conhecer o vocabulário básico escoteiro no idioma escolhido (pelo menos vinte termos) e conhecer a organização do Escotismo em três países onde se fale este idioma, se o Movimento Escoteiro for reconhecido nesse número de países.
4- Traduzir uma conversa de dez minutos, entre uma pessoa falando o idioma escolhido e outra falando português.
5- Ler e traduzir, sem auxílio de outra pessoa, uma passagem de um livro, jornal ou revista no idioma escolhido.
6- Ter trocado no mínimo duas correspondências com pessoas residentes em algum país que fale o idioma escolhido.
7- Manter uma conversação durante quinze minutos, no idioma escolhido, com seu examinador.
8- Escrever uma carta com um mínimo de quatrocentas palavras sobre um tema livre, no idioma escolhido.
9- Alcançar um nível avançado de domínio do idioma em leitura, escrita, conversação, interpretação e tradução de textos.

ESPECIALIDADE ACAMPADOR

                                                             ACAMPADOR
1- Ter acampado com sua Seção ou Patrulha, no mínimo, 6 noites para o "Nível 1", 12 noites para "Nível 2" e 25 noites para o "Nível 3".
2- Saber montar, desmontar, dobrar e acondicionar uma barraca.
3- Conhecer as técnicas de conservação de uma barraca, sabendo fazer pequenos reparos.
4- Saber escolher locais seguros para montar sua barraca.
5- Saber os cuidados a adotar no caso de temporais e alagamentos.
6- Saber cuidar e tratar do lixo, quando em acampamento.
7- Montar, com auxílio de sua Patrulha, um canto de patrulha, considerando os padrões de acampamento.
8- Cozinhar uma refeição simples individual com fogo de lenha, sem utensílios de cozinha.
9- Fazer, no mínimo, cinco pioneirias diferentes e úteis em acampamentos, utilizando amarras.
10- Ter acampado por três noites sem utilizar barraca, dormindo em abrigo natural ou em saco de dormir especial para o relento.
11- Saber se orientar com o uso de bússola, sem bússola e com cartas topográficas.
12- Saber improvisar barrica, mochila, espeques, esteios e artigos semelhantes, utilizando-os durante um acampamento ou jornada.
13- Demonstrar que conhece e sabe utilizar os seguintes nós: correr, escota duplo, em oito, balso pelo seio, arnês, fiel, ribeira, volta redonda com cotes e volta do salteador.
14- Demonstrar os cuidados para com o material necessário para um acampamento.
15- Elaborar um cardápio e lista de gêneros para as refeições de sua Seção durante um acampamento e uma jornada, ambos com duração igual a um fim de semana.
16- Saber acondicionar os gêneros alimentícios para um acampamento e uma jornada.
17- Preparar o material individual para um acampamento e para uma jornada, ambos com duração igual a um fim de semana.
18- Elaborar a programação de um acampamento da sua Patrulha, com duração igual a um final-de-semana.

ESPECIALIDADE SAPADOR



                                    SAPADOR
1- Limpar o terreno para a montagem do local onde ficará o material de sapa.
2- Fazer uma fossa para líquidos.
3- Conhecer os cuidados no manuseio de ferramentas de sapa.
4- Saber montar uma latrina de campo.
5- Saber utilizar a serra traçante.
6- Saber afiar ferramentas de sapa.
7- Enumerar e identificar as ferramentas de sapa.
8- Conhecer os cuidados para a conservação das ferramentas de sapa em bom estado.
9- Saber recuperar ferramentas de sapa danificadas.

ETAPAS DE PROGRESSÃO, CORDÕES DE EFICIÊNCIA e ESCOTEIRO LIS DE OURO


ETAPAS DE PROGRESSÃO, CORDÕES DE EFICIÊNCIA e ESCOTEIRO LIS DE OURO


   



   PISTAS        TRILHA           RUMO        TRAVESSIA 

É isso ai gurizada!!! Vamos ser a melhor tropa em campo, mas também encher de distintivos, especialidades e cordões os nossos uniformes.

Para isso, disponibilizo como prometido, as tarefas para a conquista dos distintivos de progressão pessoal: Pistas, Trilha, Rumo e Travessia.
Aproveitem pra conferir as etapas para a conquista dos Cordões de EficiênciaVerde e Amarelo, e, Vermelho e Branco, bem como as exigências para ser um escoteiro Liz de Ouro do Grupo Escoteiro Imigrante. Com um passo de cada vez, todos os escoteiros da Tropa 1 tem capacidade para chegar lá.


Obs.:
ESCOTEIROS DE OUTROS GRUPOS que visitam o nosso blog podem ficar confusos com as etapas listadas abaixo, para a conquista dos distintivos de progressão.
Saibam desde já, que essas tarefas são apenas etapas complementares as etapas estipuladas pela U.E.B. no novo programa de jovens construído segundo o MACPRO.
Durante o período transitório na adoção do MACPRO (Método de Atualização e Criação Permanente do Programa de Jovens), O Grupo Escoteiro Imigrante - 151/RS engajado no desenvolvimento de seus escoteiros, agregou (acrescentou) o novo Programa de Jovens através do MACPRO, e manteve as etapas do que antes era Noviço, 2ª Classe e 1ª Classe (todas listadas abaixo). Estando assim de acordo com aRegra 156 do P.O.R. 2008, no que diz respeito aos Distintivos de Progressão Pessoal.
Nossa missão é chegar o mais próximo possível do Movimento Escoteiro o que idealizara Baden-Powell, ou seja, fornecer Educação para a Vida, através do auto desenvolvimento, do sistema de patrulhas e do aprender fazendo.
Atenciosamente,
                                        Rodrigo M. Hollenbach
Assistente de Chefia da Tropa 1


Etapa de progressão: PISTAS

1- Fraternidade Escoteira:
a) Conhecer a História da vida de Baden-Powell;
b) Fazer a saudação, dizer o lema, dar o aperto de mão, conhecendo o seu significado;
c) Entrar em forma obedecendo aos sinais manuais;
d) Conhecer a organização do grupo escoteiro;
e) Conhecer a estrutura de uma Tropa Escoteira;
f) Conhecer o uniforme e os distintivos do Ramo Escoteiro.

2- Segurança:
a) Conhecer e aplicar as regras de segurança em casa, na sede, na rua e numa excursão;
b) Conhecer e aplicar os cuidados de higiene pessoal.

3- Comunidade:
a) Saber cantar sozinho ou em coro o Hino Nacional;
b) Saber preparar, hastear e arriar a Bandeira Nacional;

4- Ar Livre:
a) Conhecer o material individual necessário para uma excursão e um acampamento sabendo arrumá-lo em uma mochila;
b) Saber distinguir o que seja acampamento, acantonamento, bivaque, jornada e excursões.

5- Técnicas Escoteiras:
a) Saber fazer os nós direito, escota e correr, conhecendo sua utilização;
b) Conhecer as funções dos membros da patrulha na sede e no campo.

6- Comunicação:
a) Conhecer a história de seu Grupo Escoteiro.

7- Valores:
a) Ter consciência do que são valores;
b) Conhecer, interpretar e aplicar o conteúdo da Lei e da Promessa Escoteira;
c) Conhecer os princípios básicos de sua religião.


Etapa de progressão: TRILHA e RUMO

1- Fraternidade Escoteira:
a) Cantar sozinho ou em coro o Hino Alerta;
b) Conhecer a União dos Escoteiros do Brasil;
c) Conhecer a história do Escotismo no Brasil;
d) Visitar um outro Grupo Escoteiro e/ou participar de uma atividade com outros grupos.

2- Segurança:
a) Organizar um estojo de primeiros socorros para um acampamento;
b) Conhecer os cuidados de primeiros socorros nos casos de picadas de insetos e cobras, desmaios, queimaduras e ferimentos leves;
c) Saber aplicar ataduras e tipóias;
d) Saber utilizar com segurança a machadinha ou facão;
e) Saber usar com segurança o lampião e o fogareiro.

3- Comunidade:
a) Realizar uma das seguintes proposições:
- Mostrar habilidade de guiar e dar informações e ter conhecimento dos transportes públicos, lugares de interesse ou de importância, saber localizar hospitais, delegacias e corpo de bombeiros próximos de sua sede escoteira ou de sua residência;
- Fazer um pequeno esboço de seu bairro indicando as principais ruas e os hospitais, delegacias e corpo de bombeiros existentes;
- Tomar parte em qualquer forma de serviço voluntário fora de atividades escoteiras, tendo uma participação ativa, de pelo menos 3 horas, consecutivas ou não.
b) Organizar uma pequena reunião para sua patrulha em sua casa, tomando as seguintes providências:
- Preparar os convites;
- Preparar um pequeno lanche;
- Preparar o local adequadamente;
- Apresentar algo de diferente para seus convidados;
- Deixar tudo limpo ao terminar a reunião.

4- Ar Livre:
a) Saber como proceder caso se perca em uma floresta ou montanha;
b) Observação e avaliação: cumprir 4 das proposições abaixo:
- Montar ou seguir uma pista de 500 metros onde sejam aplicados sinais de pista, com pelo menos 8 tipos diferentes de sinais;
- Conhecer os indicadores naturais de previsão do tempo;
- Rastrear pelo menos 800 metros sem ser visto;
- Saber montar pegadas em gesso;
- Descrever 16 objetos num jogo do KIM de 24 objetos diferentes;
- Jogar uma partida de xadrez, demonstrando que conhece as regras básicas;
- Ser capaz de deduzir uma estória lógica a partir de uma cena montada antecipadamente pela Chefia.
c) Ter participado de pelo menos 3 excursões e/ou acampamentos.

5- Técnicas Escoteiras:
a) Acender uma fogueira e fazer uma bebida quente sobre a mesma;
b) Armar uma barraca com o auxílio de mais dois companheiros;
c) Cozinhar uma refeição simples em um fogareiro;
d) Saber falcaçar cabos;
e) Saber fazer e aplicar os seguintes nós: aselha, catau, volta do fiel, volta da ribeira e volta redonda com cotes;
f) Saber fazer e aplicar as amarras paralela, quadrada e diagonal;
g) Projetar uma cozinha de campo com no mínimo toldo, mesa e fogão e, com auxílio de sua patrulha, montá-la.

6- Comunicação:
a) Conhecer a história de sua Patrulha.

7- Valores:
a) Demonstrar que vem cumprindo satisfatoriamente os preceitos de sua religião;
b) Ter se desenvolvido desde sua Promessa, nos seguintes aspectos: responsabilidade, lealdade, cortesia, sinceridade e auto-controle, levando-se em conta seu desenvolvimento e maturidade.


Etapa de progressão: TRAVESSIA

1- Fraternidade Escoteira:
a) Conhecer a história do Escotismo;
b) Saber o que são Jamborees e onde já foram realizados;
c) Conhecer a estrutura do Escotismo Mundial;
d) Ter participado de 3 atividades com outros Grupos Escoteiros.

2- Segurança:
a) Conhecer os primeiros socorros nos casos de: fratura, entorse, luxação e estado de choque;
b) Conhecer métodos de salvamento de afogados e saber aplicar a respiração boca-a-boca;
c) Saber lidar com casos de choque elétrico e escapamento de gás;
d) Demonstrar conhecimento dos malefícios causados pelo uso do cigarro e do álcool.

3- Comunidade:
a) Conhecer a importância da conservação dos recursos naturais, as causas da poluição, da erosão e regras de segurança para evitar incêndio na cidade e no campo.

4- Ar Livre:
a) Ter participado de pelo menos 8 excursões e 3 acampamentos;
b) Participar de uma jornada, apresentando no final um relatório das atividades desenvolvidas: (esta etapa será a última a ser realizada na conquista do distintivo de travessia)
- Fazer um Percurso de Gilwell, de no mínimo 2 km;
- Com base nas observações do local, incluir no relatório (escolher quatro itens): Estudo da fauna; Estudo da flora; Estudo dos minerais; Meios de transporte; Educação; Pesquisa sobre a população local, meio de vida, etc.; Saúde; Turismo; Recreação e lazer.
- Assinalar num mapa o percurso realizado.
Obs.: Essa etapa também pode ser realizada durante um acampamento de tropa, apresentando no final, um relatório das atividades acima desenvolvidas.
c) Conhecer a Rosa dos Ventos;
d) Saber se orientar pelos seguintes métodos: bússola, sol e estrelas;
e) Saber ler e se orientar com uma carta topográfica.

5- Técnicas Escoteiras:
a) Montar corretamente, com auxílio de sua Patrulha, um acampamento de patrulha, levando em conta a localização das barracas, cozinha (com fogão suspenso), fossas, canto do lenhador, pórtico, etc.;
b) Elaborar um projeto de uma pioneiria de médio porte e executá-lo, com o auxílio de sua patrulha;
c) Cozinhar num fogão à lenha a refeição de uma patrulha.

6- Comunicação:
a) Realizar uma das proposições abaixo, apresentando o relatório escrito, que será lido para a tropa:
- Visitar um monumento, ou local histórico, fábrica ou fazenda, preparando um relatório onde descreva a história do local, instalações e propósitos;
- Manter um diário por um período mínimo de um mês sobre um animal, fornecendo todos os dados referentes à sua espécie, hábitos alimentares e de moradia;
- Visitar um cidade que fique distanciada de mais de 100km de sua casa e fazer um relatório completo na volta, de forma que se tenha uma idéia de como é a vida nesta cidade;
- Ler um livro de um autor nacional e apresentar um resumo da obra à sua Tropa, devendo responder às perguntas que surgirem;
- Relatar um fato significativo da história de uma das Forças Armadas Brasileiras.
b) Divulgar o Movimento Escoteiro em alguma entidade onde haja jovens de 8 a 14 anos, por meio de cartazes, palestras, exposição, fotos, etc.

7- Valores
a) Cumprir satisfatoriamente os preceitos de sua religião;
b) Ter se desenvolvido desde que entrou no movimento escoteiro, nos seguintes aspectos: responsabilidade, lealdade, cortesia, sinceridade e auto-controle, levando-se em consideração seu desenvolvimento e maturidade.



Cordão de Eficiência VERDE E AMARELO:         
Concedido ao Escoteiro, recomendado pela Corte de Honra e com o consentimento dos chefes da Tropa 1, que possuir no mínimo, 6 (seis) Especialidades, em pelo menos três Ramos de Conhecimento, sendo obrigatória a de Primeiros Socorros, pelo menos no Nível 2.


Cordão de Eficiência VERMELHO E BRANCO:    
Concedido ao Escoteiro portador do Cordão Verde e Amarelo, recomendado pela Corte de Honra e com o consentimento dos chefes da Tropa 1, que possuir no mínimo, 12 (doze) Especialidades, em pelo menos quatro Ramos de Conhecimento, sendo obrigatórias as de Cozinheiro e Acampador, pelo menos no Nível 2.


Distintivo de ESCOTEIRO LIS DE OURO:           
Concedido ao Escoteiro portador do Cordão Vermelho e Branco, recomendado pela Corte de Honra e com o consentimento dos chefes da tropa 1, que possuir:
1 - A Insígnia Mundial de Conservacionismo, em qualquer de suas Etapas;
2 - Entre as especialidades conquistadas, um mínimo de 3 (três) do Ramo de Conhecimentos SERVIÇOS, pelo menos no Nível 2;
3 - e participar de um PROJETO, sozinho ou com sua patrulha, nas seguintes condições:
- Cujo conteúdo seja resultado de uma necessidade apresentada por sua comunidade próxima (Tropa, Grupo, Bairro, etc.);
- Que seja desenvolvido seguindo todas as etapas de diagnóstico, organização, execução e avaliação; com acompanhamento de um adulto aprovado pela Chefia de Tropa;
- Cuja execução ocupe um período mínimo de 3 meses de duração;
- Que seja aprovado pela Corte de Honra de sua Tropa;
- Cujo conteúdo esteja relacionado a uma das áreas seguintes: Ciência e Tecnologia, Saúde e Meio Ambiente, Cultura e Artes, e Paz e Compreensão; e
- Que seja apresentado relatório final com todos os dados e resultados do projeto.
             Este distintivo pode ser usado no uniforme até vocês conquistarem o distintivo Escoteiro da Pátria ou, caso isto não aconteça, até suas saídas do Ramo Sênior.



“É pelo caráter dos seus cidadãos, não pela força de suas armas, que um país torna-se superior aos outros.”
Baden Powell