Grupo Escoteiro Velha Figueira 260°/SP

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Etapas


Etapa de progressão: TRAVESSIA

1- Fraternidade Escoteira:
a) Conhecer a história do Escotismo;
b) Saber o que são Jamborees e onde já foram realizados;
c) Conhecer a estrutura do Escotismo Mundial;
d) Ter participado de 3 atividades com outros Grupos Escoteiros.

2- Segurança:
a) Conhecer os primeiros socorros nos casos de: fratura, entorse, luxação e estado de choque;
b) Conhecer métodos de salvamento de afogados e saber aplicar a respiração boca-a-boca;
c) Saber lidar com casos de choque elétrico e escapamento de gás;
d) Demonstrar conhecimento dos malefícios causados pelo uso do cigarro e do álcool.

3- Comunidade:
a) Conhecer a importância da conservação dos recursos naturais, as causas da poluição, da erosão e regras de segurança para evitar incêndio na cidade e no campo.

4- Ar Livre:
a) Ter participado de pelo menos 8 excursões e 3 acampamentos;
b) Participar de uma jornada, apresentando no final um relatório das atividades desenvolvidas: (esta etapa será a última a ser realizada na conquista do distintivo de travessia)
- Fazer um Percurso de Gilwell, de no mínimo 2 km;
- Com base nas observações do local, incluir no relatório (escolher quatro itens): Estudo da fauna; Estudo da flora; Estudo dos minerais; Meios de transporte; Educação; Pesquisa sobre a população local, meio de vida, etc.; Saúde; Turismo; Recreação e lazer.
- Assinalar num mapa o percurso realizado.
Obs.: Essa etapa também pode ser realizada durante um acampamento de tropa, apresentando no final, um relatório das atividades acima desenvolvidas.
c) Conhecer a Rosa dos Ventos;
d) Saber se orientar pelos seguintes métodos: bússola, sol e estrelas;
e) Saber ler e se orientar com uma carta topográfica.

5- Técnicas Escoteiras:
a) Montar corretamente, com auxílio de sua Patrulha, um acampamento de patrulha, levando em conta a localização das barracas, cozinha (com fogão suspenso), fossas, canto do lenhador, pórtico, etc.;
b) Elaborar um projeto de uma pioneiria de médio porte e executá-lo, com o auxílio de sua patrulha;
c) Cozinhar num fogão à lenha a refeição de uma patrulha.

6- Comunicação:
a) Realizar uma das proposições abaixo, apresentando o relatório escrito, que será lido para a tropa:
- Visitar um monumento, ou local histórico, fábrica ou fazenda, preparando um relatório onde descreva a história do local, instalações e propósitos;
- Manter um diário por um período mínimo de um mês sobre um animal, fornecendo todos os dados referentes à sua espécie, hábitos alimentares e de moradia;
- Visitar um cidade que fique distanciada de mais de 100km de sua casa e fazer um relatório completo na volta, de forma que se tenha uma idéia de como é a vida nesta cidade;
- Ler um livro de um autor nacional e apresentar um resumo da obra à sua Tropa, devendo responder às perguntas que surgirem;
- Relatar um fato significativo da história de uma das Forças Armadas Brasileiras.
b) Divulgar o Movimento Escoteiro em alguma entidade onde haja jovens de 8 a 14 anos, por meio de cartazes, palestras, exposição, fotos, etc.

7- Valores
a) Cumprir satisfatoriamente os preceitos de sua religião;
b) Ter se desenvolvido desde que entrou no movimento escoteiro, nos seguintes aspectos: responsabilidade, lealdade, cortesia, sinceridade e auto-controle, levando-se em consideração seu desenvolvimento e maturidade.



Cordão de Eficiência VERDE E AMARELO:         
Concedido ao Escoteiro, recomendado pela Corte de Honra e com o consentimento dos chefes da Tropa 1, que possuir no mínimo, 6 (seis) Especialidades, em pelo menos três Ramos de Conhecimento, sendo obrigatória a de Primeiros Socorros, pelo menos no Nível 2.


Cordão de Eficiência VERMELHO E BRANCO:    
Concedido ao Escoteiro portador do Cordão Verde e Amarelo, recomendado pela Corte de Honra e com o consentimento dos chefes da Tropa 1, que possuir no mínimo, 12 (doze) Especialidades, em pelo menos quatro Ramos de Conhecimento, sendo obrigatórias as de Cozinheiro e Acampador, pelo menos no Nível 2.


Distintivo de ESCOTEIRO LIS DE OURO:           
Concedido ao Escoteiro portador do Cordão Vermelho e Branco, recomendado pela Corte de Honra e com o consentimento dos chefes da tropa 1, que possuir:
1 - A Insígnia Mundial de Conservacionismo, em qualquer de suas Etapas;
2 - Entre as especialidades conquistadas, um mínimo de 3 (três) do Ramo de Conhecimentos SERVIÇOS, pelo menos no Nível 2;
3 - e participar de um PROJETO, sozinho ou com sua patrulha, nas seguintes condições:
- Cujo conteúdo seja resultado de uma necessidade apresentada por sua comunidade próxima (Tropa, Grupo, Bairro, etc.);
- Que seja desenvolvido seguindo todas as etapas de diagnóstico, organização, execução e avaliação; com acompanhamento de um adulto aprovado pela Chefia de Tropa;
- Cuja execução ocupe um período mínimo de 3 meses de duração;
- Que seja aprovado pela Corte de Honra de sua Tropa;
- Cujo conteúdo esteja relacionado a uma das áreas seguintes: Ciência e Tecnologia, Saúde e Meio Ambiente, Cultura e Artes, e Paz e Compreensão; e
- Que seja apresentado relatório final com todos os dados e resultados do projeto.
             Este distintivo pode ser usado no uniforme até vocês conquistarem o distintivo Escoteiro da Pátria ou, caso isto não aconteça, até suas saídas do Ramo Sênior.



“É pelo caráter dos seus cidadãos, não pela força de suas armas, que um país torna-se superior aos outros.”
Baden Powell